quarta-feira, fevereiro 15, 2006

NOTA DE IMPRENSA SOBRE A EXONERACAO DA CONSELHEIRA SOCIAL EM HAIA

NOTA DE IMPRENSA


Inesperadamente o Senhor Ministro dos Negócios Estrangeiros exonerou entre outros a Conselheira Social da Embaixada de Portugal em Haia, Senhora Isabel Martins.
Numa altura em que se encontra em averiguação as redes de tráfico de trabalhadores portugueses na Holanda, e onde o contributo e o empenhamento da Conselheira Social Isabel Martins tem sido um facto, que merece ser realçado.

O Senhor Ministro e o Senhor Secretário de Estado das Comunidades, sabem bem o trabalho que a Senhora Conselheira Social Isabel Martins tem desenvolvido, desde que chegou á Holanda.
É INADMISSÍVEL E INACEITÁVEL, que se tome uma decisão desta natureza, tendo como base as razões económicas, que são apontadas. Da mesma forma e com base nas mesmas razões, é inadmissível que o Governo mantenha Conselheiros de Imprensa em Londres e na Bélgica.

O Governo Português ao tomar esta decisão política, quer deixar o campo livre a todo este movimento de tráfico de trabalhadores, e assim será responsável por tudo aquilo que virá a acontecer no futuro próximo.

Como membro do Conselho das Comunidades Portuguesas, quero aqui deixar o meu reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pela Senhora Conselheira Isabel Martins.
Espero que esta decisão não seja tomada de ânimo leve e que os Senhores Ministro Diogo Freitas do Amaral e o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas António Braga, reconsiderem se estão a agir conscientemente.

Os trabalhadores temporários portugueses na Holanda, ficam neste momento sem qualquer apoio, pois a Conselheira Social Isabel Martins era o seu único apoio.

INFELIZMENTE COMO MEMBRO DO CCP, NÃO POSSO TOLERAR ESTA MEDIDA DO GOVERNO PORTUGUÊS.

José Xavier

1 comentário:

Sandra disse...

Deixo aqui o meu reconhecimento também.
A Dra. Isabel Martins não merece ser tratada desta maneira...!